• Facebook
  • Instagram
  • Contato (49) 3642-0164
  • Em até 12x no cartão sendo 6x sem juros
icone sacola
0
Seu carrinho está vazio
Dicas

5 DICAS PARA ESCOLHER A BOLSA DE MATERNIDADE IDEAL

Publicado em 12.04.2022 |
5 visualizações

bolsa de maternidade 780x450

Durante o nascimento de um bebê, existem inúmeras particularidades que preocupam os pais de primeira viagem. Dentre todas as dificuldades que são inerentes a essa fase única da nossa vida, surgem as dúvidas sobre a bolsa de maternidade e sobre todos os itens que se deve ter em mãos.

Inicialmente, a escolha dessa bolsa não é uma das tarefas mais complicadas. Tendo algumas diretrizes em mente, fica fácil perceber quais são as melhores alternativas para seu filho que, durante essa primeira fase, pode precisar de inúmeros recursos para ter seu conforto e tranquilidade em dia.

Uma boa bolsa, funcional e capaz de atender às suas necessidades, deve ser bem construída, ter várias repartições, além de ser leve e de fácil manuseio durante o dia. Lembrando que existem diferenças com relação ao tamanho e a alguns tipos.

Falaremos sobre tudo isso ao longo deste post. Ficou interessado? Continue sua leitura até o final!

1. Considere o tecido da bolsa

O tecido da bolsa é extremamente importante. Pode não parecer, mas, durante a maternidade, os pais carregam uma infinidade de produtos e de itens que podem manchar a bolsa ou, até mesmo, danificar o tecido em longo prazo.

Por isso, certifique-se de escolher uma bolsa com tecido sintético. A impermeabilidade é outra funcionalidade que o papai ou a mamãe deve observar antes de comprar, pois além de garantir a durabilidade do produto, também é um recurso que impede que os demais itens transportados sejam danificados por qualquer acidente comum do cotidiano.

Lembrando que há uma infinidade de marcas e de tipos que garantem esses benefícios e, atualmente, não é difícil encontrar bolsas com essas características. Especialmente, se a busca for realizada em lojas especializadas.

2. Observe a quantidade de divisões

As divisões também são outra particularidade a que os pais devem estar atentos. Como sabemos, uma criança exige inúmeros cuidados. Ter espaço para lenços umedecidos, lanches (como papinha, mamadeiras e pequenas frutas), fraldas, toalhinhas, brinquedos e demais itens, é vital para conseguir a organização e a tranquilidade em qualquer ambiente público.

Por isso, evite bolsas que só tenham um compartimento, pelo menos no princípio. Opte pelas que sejam versáteis e que possam diferenciar bem cada um desses itens, que podem invariavelmente entornar, abrir ou causar qualquer tipo de dano.

Idealmente, uma bolsa de maternidade deve ter pelo menos três ou quatro compartimentos separados. Isso garante a segurança do transporte e é uma verdadeira “mão na roda” na hora de organizar e, até mesmo, utilizar cada um desses materiais.

3. Escolha entre mochila ou bolsa de maternidade

O tamanho é outro tema que costuma gerar certa dificuldade. Existem bolsas tradicionais e mochilas (inclusive, com rodinhas). Para os pais de primeira viagem, é extremamente difícil escolher entre uma das duas, muito por conta do medo de tomar uma decisão equivocada e pouco funcional.

Em um primeiro momento, as bolsas são leves, versáteis, podem ser levadas com uma única mão. Elas ocupam pouco espaço e podem ter inúmeros compartimentos ou somente um.

Em contrapartida, as mochilas são maiores, apresentam maior espaço interno, podem ter maiores divisões (a depender do fabricante e do produto) e, em suma, aparentam ser uma escolha mais robusta e acertada.

Entenda que a decisão é pessoal
Ambas as escolhas podem funcionar. Entretanto, é preciso levar em consideração seu estilo de vida e, principalmente, sua intenção com cada uma das opções. As bolsas foram feitas para serem carregadas com tranquilidade em meio à rotina, enquanto as mochilas são itens mais apropriados para viagens ou estadias mais longas.

Em um mundo ideal, os pais devem ter os dois modelos, especialmente, se eles viajam bastante ou costumam ficar muito tempo fora de casa. Dessa forma, é possível ter todos os produtos essenciais para conforto e segurança do bebê na mochila e somente transportar o necessário nas bolsas.

Para a maior parte das famílias, uma bolsa de tamanho médio (ou grande), com várias divisões e com as funcionalidades que mencionamos aqui servem muito bem. Especialmente se você tiver apenas um filho — que é outra variável que você deve considerar no momento da sua escolha.

4. Defina um tamanho apropriado

Mencionamos brevemente algumas diferenças de tamanho, mas agora é o momento de falarmos com mais profundidade sobre essas diferenças. Não importa se você escolheu uma bolsa ou mochila, existem tamanhos que são apropriados para o que você precisa.

Não existe uma regra universal que ajudará você a optar pelo modelo perfeito. É preciso analisar suas particularidades e, em seguida, definir qual o produto que consegue suprir todas as suas necessidades. As que têm tamanho médio (ou padrão) costumam ser o suficiente para garantir que você consiga transitar com todos os principais itens que seu filho precisa.

O ideal é evitar os modelos bem pequenos ou os demasiadamente grande, uma vez que essas escolhas mais particulares, normalmente, são voltadas para casos específicos. Entre eles, quando uma criança já tem certa autonomia ou quando a família tem dois ou três bebês que precisam de suporte constante com higiene ou demais necessidades.

5. Verifique o conforto na hora do transporte

Por fim, entenda que as bolsas apresentam algumas particularidades no quesito de transporte. Algumas apresentam somente uma alça, enquanto outras apresentam a possibilidade de carregamento pelas mãos ou pelo ombro.

Mais uma vez, entram as particularidades do seu uso e das necessidades da sua criança. Entretanto, optar por modelos com mais de uma alça pode ser extremamente importante, uma vez que o peso da sua bolsa pode variar enormemente de acordo com o dia e a circunstância.

Lembre-se de que também existem as mochilas. De forma geral, o ideal é procurar uma alternativa que não canse os ombros e nem gere dor nas costas com uso prolongado.

Como dica extra, não se esqueça de prestar atenção à estética da sua escolha, uma vez que esse também é um detalhe que pode influenciar a sua compra. Afinal, que mamãe deseja carregar uma bolsa de maternidade feia e sem nenhum estilo?

Gostou do post? Que tal ver as opções disponíveis na nossa loja virtual? Temos uma ampla variedade de produtos e temos certeza de que um deles será capaz de suprir todas as suas demandas de maneira prática e extremamente funcional!

FONTE: https://blog.gravidicasstore.com.br/2021/02/bolsa-de-maternidade/

Coutre Bolsas e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.